As últimas novidades e notícias da indústria de celulose e papel. Artigos técnicos, tendências, tecnologia, inovação, ESG, cursos e mais.

Fórum Mundial de Economia Circular 2025

O WCEF2025 será organizado conjuntamente pela FIESP, Apex-Brasil, CNI e pelo Fundo de Inovação Finlandês, Sitra, o iniciador do fórum

O Fórum Mundial de Economia Circular 2025 será realizado em São Paulo, Brasil, de 13 a 14 de maio de 2025. Será a primeira vez que o Fórum entrará na América Latina, onde serão realizadas as negociações sobre clima e biodiversidade entre 2024 e 2025 também, oferecendo uma oportunidade para fortalecer a colaboração global e envolver as empresas na construção de um futuro de economia circular. O evento foi anunciado no Fórum Mundial de Economia Circular 2024 em Bruxelas, Bélgica.

Notícia continua após o anúncio

O WCEF2025 será organizado conjuntamente pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP), Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), Confederação Nacional da Indústria do Brasil (CNI) e pelo Fundo de Inovação Finlandês, Sitra, o iniciador do fórum.

“É vital que a América Latina desempenhe um papel na mudança global para uma economia circular. O papel do Brasil como grande economia o torna um ator crucial nesse processo. Estamos prontos para trabalhar com os atores do continente para que isto aconteça”, afirma Atte Jääskeläinen, Presidente do Fundo de Inovação Finlandês, Sitra, o iniciador do WCEF.

A edição deste ano, WCEF2024, trouxe mais de 1.500 pioneiros da circularidade a Bruxelas, na Bélgica. Além disso, o evento foi acompanhado online por quase 8.000 pessoas em todo o mundo. O número de países representados no fórum deste ano foi de 158.

A Europa precisa urgentemente de um mercado circular único para salvaguardar a segurança econômica

Os decisores políticos reúnem-se no Conselho Europeu na quarta-feira para encontrar formas de reforçar a competitividade e a autonomia estratégica da UE. Os líderes europeus receberam um pedido urgente do Fórum Mundial da Economia Circular (WCEF) 2024. A mensagem clara de quase 10.000 especialistas em economia circular de todo o mundo foi que a implementação da circularidade é crucial para garantir a prosperidade económica e desbloquear o bem-estar, reduzindo o uso excessivo de recursos naturais não renováveis. O fórum, que teve lugar em Bruxelas, de 15 a 18 de abril de 2024, destacou a importância do papel da UE na aceleração da transição para uma economia circular a nível mundial.

“O desenvolvimento do mercado único da UE para apoiar a circularidade criaria novas oportunidades de negócio, empregos e segurança para todos os europeus. Isto reforçaria a autonomia estratégica e a competitividade da UE. Enviaria também um sinal poderoso de um ambiente de investimento previsível”, afirma Atte Jääskeläinen, do Sitra.

“O caminho das soluções para manter a qualidade de vida e a competitividade económica está tornando mais estreito e íngreme, e há cada vez mais opções urgentes no nosso menu político do que há décadas. Mas com ação decisiva e coragem política um futuro sustentável ainda é possível para todos, dissociando o crescimento da utilização de recursos do bem-estar humano», afirma Janez Potočnik, copresidente do Painel Internacional de Recursos (IRP).

“Continuar avaliando a circularidade e medindo o progresso, estabelecer novas ‘regras do jogo’ através de políticas serão os próximos passos cruciais para a Europa. Além disso, a colaboração radical em todo o mundo será fundamental para impulsionar a transição à velocidade e à escala necessárias”, afirma Ivonne Bojoh, CEO da Circle Economy Foundation.

A economia circular oferece grandes oportunidades económicas para a Europa. Em todo o continente, empresas, desde startups a grandes empresas, estão a desenvolver soluções inovadoras que criam novos negócios e combatem a perda de biodiversidade. Esta tendência é exemplificada por uma lista das 30 soluções circulares líderes da Europa para a natureza, publicada pelo Sitra em 15 de abril. No entanto, uma regulamentação adequada é essencial para que as empresas possam expandir as suas operações em toda a Europa.

“Você precisa de financiamento para fazer investimentos e inovação corretos, você também precisa de políticas e estruturas que nos deem segurança sobre o que vai acontecer”, afirmou Veerle Slenders no evento. Ela é vice-presidente executiva de reciclagem da Umicore, uma empresa global de tecnologia e reciclagem de materiais.

A UE anunciou novas iniciativas para acelerar a transição global para a circularidade

A Comissão Europeia pretende apoiar a transformação global através da criação de um novo Centro de Recursos para a Economia Circular, que estará operacional até ao final de 2024. O centro facilitará os intercâmbios e parcerias entre a UE e as partes interessadas de países terceiros para promover a adoção de políticas e modelos de negócios sólidos de economia circular em todo o mundo.

A Comissão Europeia tem concebido esta iniciativa trabalhando com parceiros, incluindo o Fundo de Inovação Finlandês Sitra, o Ministério das Relações Exteriores da Finlândia e a Agência Belga de Desenvolvimento ENABEL. O centro será apoiado pela Comissão Europeia com um compromisso único de 15 milhões de euros. Além disso, a UE também anunciou uma iniciativa de cinco anos “SWITCH to Circular Economy in East and Southern Africa”. Com um financiamento de 40 milhões de euros, ela se concentrará na promoção da transição para economias circulares nas regiões.

Fonte: FIESP

Últimas Notícias

Melhoramentos anuncia nova fábrica de embalagens sustentáveis em Minas Gerais

Melhoramentos construirá fábrica de embalagens sustentáveis com fibra de celulose, 100% compostáveis, em Minas Gerais. O investimento será de R$ 40 milhões

Irani investe mais de R$ 18 milhões em plataformas de PD&I

Projetos da Irani em PD&I (Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação) focam em inovações que abrangem o segmento de papel, embalagem, florestal e meio ambiente

Irani Papel e Embalagem avalia novo ciclo de investimentos

Irani avalia projeto "Plataforma Neos", com expansão da base florestal, aumento da produção de celulose de fibra longa, papel para embalagens e papelão ondulado

Branded Contents

INCAPE forma primeira turma do curso “Mulheres Papeleiras”

Iniciativa da INCAPE reforça o compromisso da empresa com o Pacto Global da ONU, rumo à igualdade de gêner

Thiago Karam Westphalen assume presidência da INCAPE

Thiago Karam Westphalen assume como diretor presidente da INCAPE, com planos de continuar a trajetória de sucesso da família na expansão dos negócios

Destaques Tecnológicos

Destaques tecnológicos do setor: Andritz, Contech, Hergen, Solenis, Valmet E Voith

Compartilhar

Newsletter

Mantenha-se Atualizado!

Assine nossa newsletter gratuita e receba com exclusividade notícias e novidades