As últimas novidades e notícias da indústria de celulose e papel. Artigos técnicos, tendências, tecnologia, inovação, ESG, cursos e mais.

     

    Fibria Inicia Montagem Da Estrutura Da Caldeira

    A Fibria, empresa brasileira de base florestal e líder mundial na produção de celulose de eucalipto, consolida nesta segunda-feira (7/2) um importante marco para o Projeto Horizonte 2, com o início da montagem da estrutura metálica da Caldeira de Recuperação, responsável pela queima de biomassa e geração de energia limpa que abastecerá sua nova linha de produção de celulose em Três Lagoas (MS).
     
    “A instalação do primeiro pilar da caldeira é um dos grandes marcos da obra e estamos muito felizes que chegamos nessa etapa. As obras do Projeto Horizonte 2 estão dentro do cronograma e seguimos firmes com a nossa previsão de inaugurar a segunda linha de produção de Três Lagoas no quarto trimestre de 2017”, afirma Marcelo Castelli, presidente da Fibria, que acompanhou a cerimônia.
     
    A produção de celulose na Fibria é baseada em uma matriz energética sustentável. A energia elétrica é gerada a partir da queima de resíduos oriundos do processo, conhecidos como biomassa sólida e líquida, subprodutos da madeira. Esses resíduos são queimados em caldeiras para a geração de vapor que se transforma em energia.
     
    “O início dessa fase é fundamental para a consolidação de um projeto competitivo em que buscamos unir a economia de energia com o melhor aproveitamento de recursos”, afirma o diretor de engenharia do Projeto Horizonte 2, Júlio Cunha.
     
    A estrutura de sustentação da caldeira pesa cerca de 9 mil toneladas e será executada pela Andritz, encarregada do fornecimento do pacote de pátio de cavacos, linha de fibras (cozimento, lavagem e branqueamento), máquina de secar, caldeira de recuperação, evaporação, caustificação e forno de cal. As obras também contarão com o apoio das empresas Metacs e P&E.
     
    “Esse é um marco importante que dá início à montagem eletromecânica da caldeira de recuperação. Agradecemos a Fibria e a todas as empresas parceiras pelo empenho e cumprimento do prazo com qualidade. Temos muito ainda pela frente, mas tudo isso nos capacita a ir muito mais longe nesse projeto”, afirma Luis Mario Bordini, diretor-presidente da Andritz Brasil.
     
    Com investimento de R$ 8,7 bilhões (equivalente a cerca de US$ 2,2 bilhões), o projeto de expansão da Fibria vai gerar ao longo das obras 40 mil empregos e, ao final do projeto, 3 mil postos de trabalho diretos e indiretos. A Unidade de Três Lagoas da empresa terá sua capacidade de produção aumentada em 1,75 milhão de toneladas de celulose/ano. Com a ampliação, a unidade da Fibria em Três Lagoas somará capacidade de 3,05 milhões de toneladas de celulose/ano, passando a ser uma das maiores fábricas de produção de celulose de eucalipto no mundo.
    Fonte: Fibria
    Nota: Confira a reportagem de capa do projeto publicada na O Papel de janeiro/2016

    Últimas Notícias

    Suzano anuncia novo CEO em substituição a Walter Schalka, a partir de julho

    O Conselho de Administração da Suzano elegeu João Alberto Fernandez de Abreu, diretor presidente da Rumo como futuro CEO da companhia. O atual CEO...

    Veracel atinge novo recorde de redução no uso de água

    A Veracel alcançou, em 2023, o menor índice médio anual de uso específico de água da história de suas operações

    CMPC lidera ranking de sustentabilidade corporativa da S&P Global 

    Na avaliação geral do ranking S&P Global Sustainability Yearbook, a CMPC ficou posicionada entre as 1% melhores colocadas. Na categoria Papel e Produtos Florestais superou as outras 38 companhias do setor.

    Branded Contents

    Solenis homenageia Suzano pelos 100 anos

    Suzano, Parabéns pelos 100 anos! Uma história repleta de grandes desafios e muito sucesso. Pioneirismo, inovação, tecnologia de ponta, atributos que facilmente conferiríamos a nós...

    Wana transformando inovação em solução

    A WANA é uma empresa 100% nacional com mais de 20 anos de atuação, especialista na produção de aditivos químicos poliméricos para diversos mercados,...

    Valmet e Suzano investem em inovação e tecnologia para impulsionar o desenvolvimento sustentável da indústria

    Suzano e Valmet celebram uma década de parceria em Imperatriz, MA, marcada por avanços tecnológicos e sustentabilidade na produção de celulose

    Compartilhar

    Newsletter

    Mantenha-se Atualizado!

    Assine nossa newsletter gratuita e receba com exclusividade notícias e novidades