As últimas novidades e notícias da indústria de celulose e papel. Artigos técnicos, tendências, tecnologia, inovação, ESG, cursos e mais.

Voith e Essity pesquisam processo para fabricação de papel neutro em CO2

A nova tecnologia estabelecerá novos padrões para a produção sustentável de papel e reduzirá o consumo de água em até 95% e o consumo de energia em até 40%.

Com o objetivo de impulsionar a descarbonização da indústria papeleira com soluções inovadoras, a Voith está trabalhando em um conceito que permita a fabricação de papel neutro em CO2. Para impulsionar o desenvolvimento desse processo inovador, a Voith firmou uma parceria com a Essity, uma empresa líder global em higiene e saúde. Para realizar mais pesquisas sobre essa abordagem completamente inovadora, uma planta piloto foi instalada na unidade da Voith em Heidenheim, que deverá entrar em operação normal ainda este ano.

Notícia continua após o anúncio

Um marco importante nessa jornada já foi alcançado: O projeto receberá financiamento dentro do escopo do programa “Decarbonization of Industry” (Descabornização da Indústria) da BMWK e do programa “NextGenerationEU” da UE. Essas iniciativas foram criadas para reduzir permanentemente as emissões industriais de gases de efeito estufa. O valor do subsídio é de aproximadamente 14,5 milhões de euros.

Em 7 de maio de 2024, na sede da Voith em Heidenheim, a Dra. Franziska Brantner, Secretária de Estado Parlamentar do BMWK, apresentou o aviso oficial de financiamento ao Dr. Toralf Haag, CEO do Grupo Voith, e a Andreas Endters, CEO da Voith Paper. Em seguida, foi realizado um tour pela planta piloto recém-construída.

“A BMWK decidiu financiar o projeto pois ele contribui significativamente para a descarbonização do setor de papel”, enfatizou a Dra. Brantner. “Esse é um projeto genuinamente pioneiro. A planta piloto está, portanto, enviando uma mensagem poderosa para o local de Heidenheim e para todo o setor.”

O processo que, com o financiamento do BMWK, está no momento passando por mais pesquisas, foi projetado para permitir um processo de fabricação fundamentalmente novo e neutro em termos de CO2, graças a uma tecnologia de processo pioneira. Ele representa um avanço na produção sustentável de papel. A nova tecnologia tem como meta novos padrões de sustentabilidade, reduzindo o consumo de água em até 95% e o uso de energia em até 40%. Toda a linha piloto será 100% movida a eletricidade, o que permite que os combustíveis fósseis sejam completamente dispensados e, portanto, facilita a produção favorável ao clima. A Voith e a Essity estão combinando seus conhecimentos para conduzir a realização bem-sucedida desse projeto.

“O financiamento é um sinal muito positivo para a Voith e para todo o setor. Ele reafirma mais uma vez a nossa estratégia de negócios, com seu foco claro no desenvolvimento de tecnologias sustentáveis”, explica o Dr. Toralf Haag, CEO do Grupo Voith. “Com o comissionamento bem-sucedido da linha piloto, atingimos outro marco em nossa jornada rumo à produção de papel neutro em CO2 no âmbito de nossa iniciativa de sustentabilidade ‘Papermaking for Life'”, diz Andreas Endters, CEO da Voith Paper. “Os investimentos em pesquisa e desenvolvimento são prova de nosso foco consistente em soluções sustentáveis e eficientes.”

“Como uma empresa líder global em higiene e saúde, queremos impulsionar a descarbonização da indústria papeleira”, diz Magnus Groth, Presidente e CEO da Essity. “Em conjunto com a Voith, estamos repensando completamente a fabricação de papel e desenvolvendo uma tecnologia pioneira que tornará possível a produção neutra em CO2.”

O financiamento do BMWK é destinado a uma finalidade específica e tem como objetivo auxiliar na redução de emissões de gases de efeito estufa no setor de papel. Ele apoia o cumprimento da meta de redução no setor industrial, de acordo com a Lei de Mudança Climática da Alemanha. O subsídio de aproximadamente 14,5 milhões de euros será pago com base no progresso bem-sucedido do projeto.

Fonte: Voith

Últimas Notícias

Desmitificando a PL da Silvicultura 

Combatendo a desinformação sobre a silvicultura, especialistas esclarecem a produção florestal das árvores cultivadas como uma atividade sustentável

Preços mundiais dos produtos florestais mantêm cenário negativo

A produção e preços dos produtos florestais variaram na última década, com retrações na crise sanitária e recuperação seguida de novas quedas.

Demanda por produtos de papel: consequências das inundações no RS

As inundações no RS devem ter impacto limitado na demanda por papel em 2024, com forças opostas compensando-se no curto e médio prazo.

Branded Contents

INCAPE forma primeira turma do curso “Mulheres Papeleiras”

Iniciativa da INCAPE reforça o compromisso da empresa com o Pacto Global da ONU, rumo à igualdade de gêner

Thiago Karam Westphalen assume presidência da INCAPE

Thiago Karam Westphalen assume como diretor presidente da INCAPE, com planos de continuar a trajetória de sucesso da família na expansão dos negócios

Destaques Tecnológicos

Destaques tecnológicos do setor: Andritz, Contech, Hergen, Solenis, Valmet E Voith

Compartilhar

Newsletter

Mantenha-se Atualizado!

Assine nossa newsletter gratuita e receba com exclusividade notícias e novidades