As últimas novidades e notícias da indústria de celulose e papel. Artigos técnicos, tendências, tecnologia, inovação, ESG, cursos e mais.

     

    Empapel projeta crescimento do setor para 2024

    Dados mais recentes da Empapel, apurados em parceria com FGV/IBRE, mostram expedição de cerca de 4 milhões de toneladas de embalagens de papelão ondulado, no ano passado

    O Índice Brasileiro de Papelão Ondulado (IBPO) fechou o mês de dezembro de 2023 com crescimento de 4,11%, na comparação com o mesmo mês de 2022, indo a 140,5 pontos. Foram 315.495 toneladas expedidas em dezembro passado, contra 303.021 no último mês de 2022. O resultado é inferior ao dezembro atípico de 2020 (326.756 toneladas), mas superior ao mesmo mês em 2021 e 2022. Este é o quarto ano consecutivo com dezembro acima de 300 mil toneladas.

    Notícia continua após o anúncio

    De acordo com a última projeção da Empapel, o mercado brasileiro deve ter expedição de P.O. de 4.053.435 toneladas, em 2024. Considerando o ano fechado de 2023, com 4.026.317 toneladas, 2024 deve apresentar crescimento de 1%.

    O valor aferido ano passado está 8,44% acima do expedido em 2019, último ano antes da pandemia de Covid-19. Na comparação trimestral, a Empapel apurou uma alta na expedição de papelão ondulado de 3,9% no quarto trimestre de 2023, em comparação com o mesmo período em 2022. No segundo semestre, a expedição foi superior em 0,8% em relação ao mesmo período do ano anterior.

    De acordo com o Embaixador José Carlos da Fonseca Junior, presidente-executivo da Empapel, os números mostram que “2023 traz uma certa estabilidade” e “indica a retomada do crescimento do setor”. Para 2024, ainda de acordo com o executivo, “os dados mais recentes da FGV/IBRE sobre crescimento do setor, dão conta, em cenário moderado, de uma previsão de expedição próxima à de 2023 – cerca de 4 milhões de toneladas de embalagens de papelão ondulado – mantendo o crescimento visto entre 2023 e 2022”, afirma.

    Projeções econômicas sustentam o possível otimismo para o ano. O relatório FOCUS do Banco Central projeta crescimento de 1,5% para o PIB brasileiro, com influência do aumento de consumo das famílias brasileiras, lembra o José Carlos.

    “Teremos também neste ano uma mudança estrutural no sentido da comunicação dos nossos dados”, ressalta. “A partir de 2024, estamos introduzindo as informações do IBPO em metros quadrados, nos alinhando aos indicadores globais. Assim, teremos informação mais aderente ao número de embalagens colocadas no mercado”.

    Um dos principais objetivos da Empapel, desde sua criação em 2020, foi o de ampliar o escopo de trabalho de representação para além do papelão ondulado, a fim de abranger os demais papéis para embalagem e as embalagens em papel, de um modo geral.

    “Em 2024, seguiremos com esse trabalho de consolidação e fortalecimento da Empapel, no Brasil e no exterior. Nossa meta é intensificar ainda mais a integração com nossos associados para colher recomendações e orientações sobre o desenvolvimento de nosso setor”, reitera o presidente-executivo.

    Fonte: Empapel

    Leia mais sobre Empapel

    Últimas Notícias

    Celulose é solução para um carnaval mais sustentável

    Abram alas para a celulose proporcionar um carnaval mais sustentável, sendo uma alternativa biodegradável para ser aplicada em produtos destinados a festa mais tradicional da cultura brasileira

    Portocel iniciará movimentação de fertilizantes em conjunto com a Adufértil

    A expectativa é movimentar pelo Portocel entre 120 mil e 180 mil toneladas/ano de fertilizantes. Entre os clientes estão a Suzano e outros players do segmento

    Klabin lança papel colmeia, alternativa sustentável ao plástico-bolha

    A Klabin lançou o papel colmeia sustentável, reciclável e versátil, visando promover a economia circular e substituir o plástico-bolha

    Branded Contents

    Solenis homenageia Suzano pelos 100 anos

    Suzano, Parabéns pelos 100 anos! Uma história repleta de grandes desafios e muito sucesso. Pioneirismo, inovação, tecnologia de ponta, atributos que facilmente conferiríamos a nós...

    Wana transformando inovação em solução

    A WANA é uma empresa 100% nacional com mais de 20 anos de atuação, especialista na produção de aditivos químicos poliméricos para diversos mercados,...

    Valmet e Suzano investem em inovação e tecnologia para impulsionar o desenvolvimento sustentável da indústria

    Suzano e Valmet celebram uma década de parceria em Imperatriz, MA, marcada por avanços tecnológicos e sustentabilidade na produção de celulose

    Compartilhar

    Newsletter

    Mantenha-se Atualizado!

    Assine nossa newsletter gratuita e receba com exclusividade notícias e novidades