As últimas novidades e notícias da indústria de celulose e papel. Artigos técnicos, tendências, tecnologia, inovação, ESG, cursos e mais.

Kimberly-Clark reinaugura Centro de Referência Socioambiental Mata Atlântica

O projeto que fica em Mogi das Cruzes (SP) contribui para a meta global da companhia de redução da pegada florestal em 50% até 2025 e estimula a educação ambiental de crianças e jovens

A Kimberly-Clark, multinacional norte-americana de produtos de higiene pessoal e bem-estar, reforça o seu compromisso com a preservação da biodiversidade e a educação ambiental de crianças e jovens com a reinauguração do Centro de Referência Socioambiental Mata Atlântica (CRSMA), que fica junto ao seu Centro de Distribuição, na cidade de Mogi das Cruzes (SP). A reabertura antecipa o Dia da Mata Atlântica, celebrado no dia 27 de maio, e contribui para o alcance da meta global da empresa de redução da pegada florestal natural em 50% até 2025.

Notícia continua após o anúncio

Desde 2012, a Kimberly-Clark já plantou 12 mil mudas de árvores nativas com o objetivo de apoiar a recuperação da Mata Atlântica e preservar o corredor ecológico que fica entre a Serra do Mar e Serra do Itapeti. Através desses esforços e de um trabalho de mapeamento de espécies da fauna local, já foi possível identificar a presença de 19 espécies de animais na região, sendo que algumas estão ameaçadas de extinção e, inclusive, uma delas era considerada extinta localmente. O retorno desses animais para a região indica um bom ritmo de recuperação da vegetação e das nascentes.

Em 2024, a unidade passou por uma remodelação com o objetivo de enriquecer a experiência e melhorar o aproveitamento das visitas escolares que acontecem desde 2017. Organizadas em conjunto com as Prefeituras de Mogi das Cruzes e Suzano (SP) para crianças das escolas municipais de ensino fundamental I (alunos de 6 a 10 anos), as atividades são conduzidas por monitores capacitados e fazem parte de um plano de promoção da educação ambiental para a população. De 2017 até 2023, mais de 4 mil alunos tiveram a oportunidade de visitar o espaço.

“Temos muito orgulho das ações do CRSMA para preservação e manutenção de um bioma tão importante quanto a Mata Atlântica. Queremos estimular cada vez mais estudos, vivências e aprendizados com esse projeto, em linha com as metas globais de sustentabilidade da companhia”, conta Raisa Abdalla, gerente de sustentabilidade para a América Latina da Kimberly-Clark. “As melhorias que fizemos este ano vieram para estimular a educação e envolvimento das gerações futuras com o ecossistema. Só no ano passado, impactamos mais de mil alunos de Mogi das Cruzes e Suzano com o projeto.”, completa.

Os estudos realizados pelo Centro de Referência Socioambiental Mata Atlântica na região já resultaram na elaboração de Políticas Públicas de Conservação, Preservação e Restauração da biodiversidade da Bacia Hidrográfica do Alto Tietê. Dentre os projetos conduzidos no local, em parceria com a Universidade de Mogi das Cruzes (UMC) e Fundação de Amparo ao Ensino e Pesquisa (Faep), são estudos e trabalhos em torno da presença de espécies bioindicadoras, como formigas e abelhas, que indicam a condição ambiental do local, reforçando os projetos de conscientização da preservação das espécies na região. Ao todo, desde 2018, oito publicações científicas foram produzidas oriundas da relação entre a Kimberly-Clark, a UMC e a FAEP.

Projetos como o CRSMA fazem parte da estratégia de sustentabilidade da Kimberly-Clark para a próxima década, pautada por metas destinadas a enfrentar os desafios ambientais e sociais. Inspirados pelo propósito da companhia de “Um melhor cuidado para um mundo melhor”, essas metas incluem a melhoria da qualidade de vida e do bem-estar de 1 bilhão de pessoas em comunidades vulneráveis em todo o mundo e a redução pela metade das pegadas de carbono, florestal, hídrica e plástica, além do olhar também para o impacto social.

Fonte: Kimberly-Clark

Últimas Notícias

Melhoramentos anuncia nova fábrica de embalagens sustentáveis em Minas Gerais

Melhoramentos construirá fábrica de embalagens sustentáveis com fibra de celulose, 100% compostáveis, em Minas Gerais. O investimento será de R$ 40 milhões

Irani investe mais de R$ 18 milhões em plataformas de PD&I

Projetos da Irani em PD&I (Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação) focam em inovações que abrangem o segmento de papel, embalagem, florestal e meio ambiente

Irani Papel e Embalagem avalia novo ciclo de investimentos

Irani avalia projeto "Plataforma Neos", com expansão da base florestal, aumento da produção de celulose de fibra longa, papel para embalagens e papelão ondulado

Branded Contents

INCAPE forma primeira turma do curso “Mulheres Papeleiras”

Iniciativa da INCAPE reforça o compromisso da empresa com o Pacto Global da ONU, rumo à igualdade de gêner

Thiago Karam Westphalen assume presidência da INCAPE

Thiago Karam Westphalen assume como diretor presidente da INCAPE, com planos de continuar a trajetória de sucesso da família na expansão dos negócios

Destaques Tecnológicos

Destaques tecnológicos do setor: Andritz, Contech, Hergen, Solenis, Valmet E Voith

Compartilhar

Newsletter

Mantenha-se Atualizado!

Assine nossa newsletter gratuita e receba com exclusividade notícias e novidades