Resistência De Coluna ‘Horizontal’

    Os fabricantes de embalagens de papelão ondulado têm na Resistência de Coluna (RC) a referência mais importante. Classificam, por esse parâmetro, os diferentes níveis de qualidade que fabricam e utilizam essa importante resistência do material levando em conta o desempenho que a embalagem deve apresentar em todo o seu ciclo de utilização que termina quando o consumidor final recebe o produto transportado nessas embalagens. 

    O papelão ondulado é fabricado combinando papel/cartão* de diferentes resistências para compor uma estrutura que é medida pela RC. Diferentes estruturas são fabricadas e designadas como FS (face simples), PS (parede simples), PD (parede dupla) e PT (parede tripla). Relembrando: FS é uma estrutura composta por um elemento plano (capa), colado a um elemento 
    ondulado (miolo); na PS temos dois elementos planos, na PD temos três elementos planos e na PT, quatro elementos planos. Entre esses elementos planos temos a parte ondulada, conhecida como miolo.

    As diferentes resistências desses elementos é que permitem fabricar estruturas de diferentes RC. Essa RC, entretanto, ainda depende do tipo de onda que separa as capas, pois essas ondas podem ter alturas diferentes e determinar diferentes espessuras para as diferentes estruturas de papelão ondulado fabricadas.

    Leia mais no PDF

    Últimas Notícias

    Klabin anuncia investimentos de R$ 4,5 bi para 2024

    Como fato relevante ao mercado, a companhia divulgou as projeções de investimentos com R$ 4,5 bilhões destinados à silvicultura, continuidade operacional, projetos especiais, a nova caldeira de Monte Alegre e aportes ainda previstos ao Puma II

    Com investimento de R$ 33 milhões, Valmet inaugura nova unidade industrial em Sorocaba (SP)

    A Valmet inaugura um centro de R$ 33 milhões em Sorocaba para manutenção de rolos de papel e celulose, fortalecendo sua presença na América do Sul.

    Segmento de aparas poderá enfrentar desafios para abastecer o mercado

    "Com a economia dando sinais de recuperação, se a demanda iniciar 2024 aquecida, poderemos ter falta de material mesmo com o mercado continuando a receber grandes volumes de papel de fibra virgem", aponta Pedro Vilas Boas, da Anguti Consultoria

    Branded Contents

    Instituto Senai de Tecnologia em Celulose e Papel amplia foco em sustentabilidade

    Em um cenário industrial sempre mais competitivo e de constantes transformações são cada vez mais comuns projetos que exigem a implementação de processos inovadores...

    IPEL Revoluciona Gestão de Insumos Químicos e Amplia Competitividade com Siderquímica

    Em resposta ao aumento dos custos de produção, a fabricante de papéis tissue IPEL reformulou sua gestão de insumos químicos em parceria com a Siderquímica. Resultando em redução de custos, estabilidade operacional e melhoria na qualidade dos produtos, a colaboração gerou benefícios expressivos e promete futuras inovações.

    Química Nova Brasil: Inovação e Excelência no Setor Químico Nacional

    A Química Nova Brasil (QNB) destaca-se no mercado de produtos químicos pela inovação e qualidade, fundamentada em alta tecnologia e uma equipe especializada. Com estratégias bem definidas e visão para o futuro, a empresa está posicionada para liderar e expandir sua presença na indústria.

    Compartilhar

    Newsletter

    Mantenha-se Atualizado!

    Assine nossa newsletter e receba com exclusividade novidades e notícias do setor.