As últimas novidades e notícias da indústria de celulose e papel. Artigos técnicos, tendências, tecnologia, inovação, ESG, cursos e mais.

Revita Ambiental lança celulose de fibras brancas recicladas

O produto é composto por uma mistura de fibras longas e curtas, de pré e pós-consumo e consome menos água e energia quando comparada com o processo de produção da celulose virgem

A Revita Ambiental anunciou o lançamento do novo produto: Revita White, uma celulose sustentável de fibras brancas, produto da economia circular que é resultado de um processo inovador que combina tecnologia avançada e compromisso ambiental.

Notícia continua após o anúncio

O produto é composto por uma mistura de fibras longas e curtas, de pré e pós-consumo, o que é um diferencial técnico importante. “As fibras longas conferem ao papel uma melhor resistência mecânica. Por outro lado, as fibras curtas melhoram a formação do papel, sua textura e suavidade, qualidades valorizadas em papéis de escrita, impressão e produtos de higiene pessoal”, explica Leonardo Reis, Diretor de Marketing e Negócios Internacionais da empresa.

Outra vantagem competitiva do novo produto é a ecoeficiência, já que a produção da Revita White consome menos água e energia quando comparada com o processo de produção da celulose virgem. Além disso, por utilizar embalagens pós-consumo, a Revita White tem um grande impacto social na cadeia de reciclagem, gerando renda e trabalho para catadores de materiais recicláveis.

A Revita White pode ser usada na produção de papel para embalagens, impressão, escrita e tissue. “A Revita White é mais um passo importante da Revita Ambiental em direção ao nosso objetivo estratégico de ser autoridade em economia circular no Brasil”, comenta o Diretor.

A Revita Ambiental faz o reaproveitamento de produtos, materiais e componentes que são considerados “lixo ou descarte” para outras empresas, mas que ganham vida por aqui, explica Leonardo Reis. “O Brasil produz 82,5 milhões de toneladas de lixos todos os anos, reciclando apenas 3%. A Política Nacional de Resíduos Sólidos estabelece que as indústrias devem reciclar 22% das embalagens que produzem e é aí que nós entramos. Mais do que resolver esse passivo, processando resíduos de papeis e embalagens, nós transformamos em novos produtos e damos uma nova vida a essa matéria-prima. Isso é economia circular de verdade”, finaliza o Diretor.

Fonte: Revita Ambiental

Últimas Notícias

Irani investe mais de R$ 80 milhões para modernização e ampliação do parque fabril

Recursos destinados pela Irani à Plataforma Gaia vão permitir a ampliação e a modernização da máquina de papel V na unidade de Campina da Alegria (SC)

Irani investe mais de R$ 18 milhões em plataformas de PD&I

Projetos da Irani em PD&I (Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação) focam em inovações que abrangem o segmento de papel, embalagem, florestal e meio ambiente

Irani Papel e Embalagem avalia novo ciclo de investimentos

Irani avalia projeto "Plataforma Neos", com expansão da base florestal, aumento da produção de celulose de fibra longa, papel para embalagens e papelão ondulado

Branded Contents

INCAPE forma primeira turma do curso “Mulheres Papeleiras”

Iniciativa da INCAPE reforça o compromisso da empresa com o Pacto Global da ONU, rumo à igualdade de gêner

Thiago Karam Westphalen assume presidência da INCAPE

Thiago Karam Westphalen assume como diretor presidente da INCAPE, com planos de continuar a trajetória de sucesso da família na expansão dos negócios

Destaques Tecnológicos

Destaques tecnológicos do setor: Andritz, Contech, Hergen, Solenis, Valmet E Voith

Compartilhar

Newsletter

Mantenha-se Atualizado!

Assine nossa newsletter gratuita e receba com exclusividade notícias e novidades