As últimas novidades e notícias da indústria de celulose e papel. Artigos técnicos, tendências, tecnologia, inovação, ESG, cursos e mais.

Balança comercial do setor florestal tem alta no 1T24 puxada pelas vendas de painéis de madeira

Vendas externas de papel e compensados também cresceram entre janeiro e março deste ano; apesar de leve recuo nas exportações, produção de celulose aumenta no primeiro trimestre

A balança comercial do setor florestal brasileiro fechou o primeiro trimestre deste ano com saldo positivo de US$ 3,2 bilhões, alta de 1,5% sobre o resultado do mesmo período de 2023, segundo mostra o Mosaico Ibá, boletim produzido pela Indústria Brasileira de Árvores. Mesmo a celulose seguindo como o principal produto de exportação, as vendas externas de painéis de madeira foram o grande destaque no período.

Notícia continua após o anúncio

O setor de árvores cultivadas é, atualmente, um dos motores da economia brasileira, com 4,4% de participação no total de exportações do país no primeiro trimestre deste ano, além de ser o quarto item da pauta de exportações do pujante agro brasileiro. Nos três primeiros meses de 2024, sua participação foi de 9,2% do total vendido ao exterior pelo agronegócio.

Produção de celulose

Em termos de produção, o Brasil registrou 6,3 milhões de toneladas de celulose no primeiro trimestre, alta de 3,6% na comparação sazonal. No mesmo período de comparação, a produção de papel chegou em 2,8 milhões de toneladas ao final de março, alta de 6,1%, com crescimento das exportações em 24,5%. Destaque para o papel para embalagem, cuja produção teve alta de 10,4%.

No setor de painéis de madeira, as exportações tiveram uma forte alta entre janeiro e março deste ano, chegando a 369 mil m³ enviados para fora do país, 57% a mais que o mesmo período de 2023. As vendas domésticas também cresceram, 10,4%, com 1,8 milhão m³.

Leia também:

Madeira: exportações mostram estabilidade no primeiro semestre de 2024

Expedição de Papelão Ondulado cresce 2,2% em junho de 2024

Mato Grosso do Sul impulsiona balança comercial com destaque para soja e celulose

Mercado comprador de produtos florestais

O principal mercado comprador de produtos florestais brasileiros segue sendo a China, o maior destino da celulose nacional, bem à frente de Europa e América do Norte. O gigante asiático comprou US$ 1 bilhão, sendo 95% do montante em celulose. A China manteve suas compras de celulose estáveis, mas aumentou a compra de papel em 270% e de painéis de madeira em 139%

A Europa aparece em segundo lugar como destino de produtos florestais brasileiros, com crescimento de 1,8% no período analisado (US$ 814,1 milhões), seguida pela América do Norte (US$ 810,7) que incrementou em 6,1% suas compras.

Outro destaque apontado pelo Mosaico Ibá foi o incremento nas vendas para a África. Apesar de volumes inferiores na comparação com outros mercados, países africanos aumentaram em 17,1% suas compras de produtos florestais brasileiros no primeiro trimestre deste ano frente a igual período de 2023, atingindo US$ 59 milhões. As compras africanas entre janeiro e março de 2024 de celulose aumentaram 74,4%, seguida de papel com incremento de 14,9% na comparação com igual período de 2023.

“O boletim Mosaico Ibá nos mostra a consolidação do setor de árvores cultivadas brasileiro como um importante fornecedor das maiores economias do planeta. Estamos mantendo nosso forte volume de vendas em lugares consolidados e nos desafiando a ampliar nossa presença em mercados emergentes, como a África. Essa posição privilegiada está diretamente associada à oferta de produtos que são renováveis, recicláveis e biodegradáveis. Nosso setor une seu compromisso histórico com a sustentabilidade às grandes oportunidades que hoje se apresentam no caminho para uma transição ecológica rumo à economia de baixo carbono”, afirma Paulo Hartung, presidente da Ibá.

Fonte: Ibá

Últimas Notícias

Veracel Celulose comemora 33 anos

Companhia com atuação no Sul da Bahia construiu trajetória produzindo celulose da Bahia para o mundo de forma sustentável

Suzano adquire duas fábricas nos EUA por US$ 110 milhões, expandindo presença no mercado de embalagens

As fábricas são especializadas na produção de papelcartão utilizado em embalagens de líquidos e copos de papel, com uma capacidade produtiva de 420 mil toneladas anuais. Suzano adquire duas fábricas nos EUA da Pactiv Evergreen por US$ 110 milhões, fortalecendo sua posição em embalagens e papelcartão

Madeira: exportações mostram estabilidade no primeiro semestre de 2024

A WoodFlow analisou os números de exportação de madeira do primeiro semestre de 2024. Indústrias relatam uma estabilidade na cartela de pedidos no período.

Branded Contents

INCAPE forma primeira turma do curso “Mulheres Papeleiras”

Iniciativa da INCAPE reforça o compromisso da empresa com o Pacto Global da ONU, rumo à igualdade de gêner

Thiago Karam Westphalen assume presidência da INCAPE

Thiago Karam Westphalen assume como diretor presidente da INCAPE, com planos de continuar a trajetória de sucesso da família na expansão dos negócios

Destaques Tecnológicos

Destaques tecnológicos do setor: Andritz, Contech, Hergen, Solenis, Valmet E Voith

Compartilhar

Newsletter

Mantenha-se Atualizado!

Assine nossa newsletter gratuita e receba com exclusividade notícias e novidades