As últimas novidades e notícias da indústria de celulose e papel. Artigos técnicos, tendências, tecnologia, inovação, ESG, cursos e mais.

     

    Bctmp Mais Moderna No Mundo Entra Em Operação No Brasil

    A mais moderna planta de polpa químiotermomecânica branqueada (BCTMP), fornecida pela Valmet, entrou em operação no Projeto Puma II da Klabin, em Ortigueira (PR). “A partida da planta representa um grande marco. Esta é a planta de HT-BCTMP mais moderna do mundo. Ela possui características como baixos custos operacionais, alta flexibilidade e confiabilidade de processos, com excelente qualidade de polpa e alto bulk para produção de papel-cartão e irá suportar a Klabin nos seus objetivos, deixando todo o time Valmet muito orgulhoso”, comenta Felippe Rosa, Gerente de Vendas de Celulose e Energia, Tecnologias de Processamento de Fibras, Valmet América do Sul.
     
     
    A planta de HT-BCTMP possui um moderno sistema de pré-aquecimento de fibras utilizando altas temperaturas, de 150ºC a 180°C, o mais recente em operação pela Valmet globalmente, que possibilita flexibilidade na qualidade da polpa produzida, atendendo as propriedades requeridas pelo cliente. As altas temperaturas intensificam o amolecimento da lignina em comparação aos sistemas convencionais, de 90ºC a 150°C, permitindo que as fibras sejam separadas com maior facilidade. O resultado é uma polpa com fibras mais intactas, baixíssimo teor de impurezas, maior volume de polpa e, como a separação das fibras tem maior eficácia, um consumo total de energia reduzido.
     
    A Valmet forneceu para essa fase do Projeto Puma II, além da planta de HT-BCTMP em operação desde junho, a nova máquina para a produção de papel-cartão revestido, a MP28, e a mais atual linha de fibras (polpa marrom), que inclui o sistema de Cozimento Contínuo G3, o segundo entregue neste cliente. Configurando, dessa forma, um completo sistema projetado para produzir uma ampla variedade de cartões com maior resistência e alta qualidade, direcionados, principalmente, aos segmentos de alimentos e bebidas e para o crescente setor de food service, com espaço previsto para produzir cartões biorrevestidos no futuro.
     
    A nova máquina de papel-cartão revestido, MP28, inova também ao estar alinhada às premissas da indústria 4.0, utilizando tecnologia de ponta, as principais soluções de automação e de Internet Industrial da Valmet para gerenciar e analisar o sistema em tempo real.
     
    A segunda fase do Projeto Puma II tem como objetivo produzir 460 mil toneladas ano de cartões de alta qualidade, com tecnologia de ponta voltada a alta produtividade e a utilização sustentável de recursos, ao consumir menos água, matéria-prima, energia e tinta para produzir a mesma quantidade de produto.
     
    Informações técnicas sobre o escopo da planta de HT-BCTMP e da Linha de Fibras
     
    A nova linha de HT-BCTMP, com capacidade de 400 ton./dia, possui um sistema de impregnação, duas etapas de refinação, a primeira em alta consistência através do refinador HC RGP-268, e a segunda, em baixa consistência através dos refinadores LC OptiFiner RF-5, três etapas de lavagem e uma de depuração com tecnologia Delta Screen. Essa linha foi projetada para oferecer alto rendimento, baixo consumo de energia e excelente qualidade de polpa, atendendo assim às demandas da nova máquina de papel.
     
    A Linha de Fibras consiste em uma planta flexível capaz de produzir tanto celulose marrom de fibra curta de eucalipto quanto celulose marrom de fibra longa de pinus. A capacidade projetada para a celulose de eucalipto é de 1.000 ton./dia, enquanto a capacidade para celulose de pinus é de 800 ton./dia. A linha de fibras também inclui novo sistema de cozimento contínuo G3, equipado com a tecnologia ImpBin para vaporização e impregnação dos cavacos de madeira. Esse sistema de dois vasos oferece excelente qualidade de polpa, com baixíssimo teor de rejeitos. Operando em conjunto, há o sistema de refinação de média consistência que contém os refinadores in-line EVO-46, na descarga do digestor, e os refinadores RGP-262, na posição de deshivers. Além disso, há refinadores cônicos de baixa consistência Conflo para refino de rejeitos. Adicionalmente, a etapa de lavagem utiliza a tecnologia de prensas Valmet TwinRoll TRPE, que oferece fácil manutenção, alta eficiência de lavagem, baixo consumo de energia e alta disponibilidade.
     
    O sistema de cozimento G3, a Linha de Fibras, e a planta de BCTMP também estão equipados com Valmet Training Simulators para aumentar a eficiência e minimizar riscos nas operações. Somado a isso, aproximadamente 2.400 válvulas das marcas Neles, Jamesbury e Neles Easyflow, que fazem parte da oferta da Valmet, foram entregues ao projeto e garantirão a confiabilidade da nova linha.
     
     
    Fonte: Valmet
     

    Últimas Notícias

    Suzano anuncia novo CEO em substituição a Walter Schalka, a partir de julho

    O Conselho de Administração da Suzano elegeu João Alberto Fernandez de Abreu, diretor presidente da Rumo como futuro CEO da companhia. O atual CEO...

    Veracel atinge novo recorde de redução no uso de água

    A Veracel alcançou, em 2023, o menor índice médio anual de uso específico de água da história de suas operações

    CMPC lidera ranking de sustentabilidade corporativa da S&P Global 

    Na avaliação geral do ranking S&P Global Sustainability Yearbook, a CMPC ficou posicionada entre as 1% melhores colocadas. Na categoria Papel e Produtos Florestais superou as outras 38 companhias do setor.

    Branded Contents

    Solenis homenageia Suzano pelos 100 anos

    Suzano, Parabéns pelos 100 anos! Uma história repleta de grandes desafios e muito sucesso. Pioneirismo, inovação, tecnologia de ponta, atributos que facilmente conferiríamos a nós...

    Wana transformando inovação em solução

    A WANA é uma empresa 100% nacional com mais de 20 anos de atuação, especialista na produção de aditivos químicos poliméricos para diversos mercados,...

    Valmet e Suzano investem em inovação e tecnologia para impulsionar o desenvolvimento sustentável da indústria

    Suzano e Valmet celebram uma década de parceria em Imperatriz, MA, marcada por avanços tecnológicos e sustentabilidade na produção de celulose

    Compartilhar

    Newsletter

    Mantenha-se Atualizado!

    Assine nossa newsletter gratuita e receba com exclusividade notícias e novidades