As últimas novidades e notícias da indústria de celulose e papel. Artigos técnicos, tendências, tecnologia, inovação, ESG, cursos e mais.

Mercado global de embalagens de papel vive novo momento a partir das consolidações

Expectativa é de desaceleração na expansão de capacidade de produção, enquanto a demanda global por embalagens de papel continuará a crescer nos próximos anos

Com uma capacidade mundial de produção de papel para embalagens que ultrapassa 300 milhões de toneladas anuais, o setor experimenta um período recente de fusões e aquisições, indicando uma tendência de consolidação significativa. Nesse aspecto e diante dos vários segmentos para papel, o containerboard ou papelão ondulado, lidera como o principal produto, representando 70% dessa produção, conforme dados da ResourceWise, empresa especializada em dados, análises e serviços de consultoria para uma ampla gama de indústrias de commodities.

Notícia continua após o anúncio

Conforme Marcello Collares, vice-presidente de Desenvolvimento de Negócios da cadeia de base florestal da ResourceWise, tal consolidação influencia principalmente os mercados norte-americano e europeu.

“Nos Estados Unidos, aproximadamente 50% da capacidade está concentrada nas mãos das quatro maiores empresas, enquanto na Europa, a concentração é significativamente menor. Contudo, quando analisamos o mercado global, recentemente, três empresas emergiram como protagonistas, concentrando cerca de 16% desse segmento, um feito notável considerando a pulverização desse mercado”, menciona Collares.

Os negócios citados são resultados da fusão entre a WestRock e a Smurfit Kappa aprovada pela União Europeia no início deste mês de abril; a aquisição da DS Smith pela International Paper, e a própria produção da empresa asiática Nine Dragons. A capacidade das três empresas, segundo dados da ResourceWise, é de aproximadamente 40 milhões de toneladas. Vale ressaltar que a capacidade de conversão de tais empresas também é representativa.

Embora esse percentual possa parecer modesto em comparação com outros setores industriais, como a celulose de eucalipto, é um sinal da mudança em curso. “A América Central, importadora, eventualmente poderá testemunhar alguma mudança proveniente desses anúncios. Será interessante acompanharmos o Brasil, no sentido de entendermos a estratégia que tais empresas adotarão, uma vez que possuem ativos interessantes no país”, pontua Collares.

Quanto ao crescimento do segmento de embalagens para os próximos dois a quatro anos, o executivo aponta que é esperada uma desaceleração no ritmo de novas capacidades de produção, acompanhada por um crescimento contínuo na demanda global por embalagens de papel. “Isso levará a um reequilíbrio entre oferta e demanda, com uma previsão de recuperação nos índices de taxa de ocupação das máquinas no período”, enfatiza o VP.

Diante desse cenário, torna-se crucial compreender as implicações dessa consolidação para a indústria global de embalagens de papel. A busca por eficiência e competitividade está moldando um novo paradigma, no qual as empresas líderes estão redefinindo o panorama do mercado e moldando o futuro do setor.

Quem são as empresas que estão movimentando o mercado de embalagens

Smurfit WestRock

A Smurfit Kappa e WestRock confirmaram em setembro de 2023 que iriam se unir para criar a Smurfit WestRock, uma gigante global de embalagens que espera proporcionar “retorno atrativo para os acionistas de ambas as empresas”. Aprovada pela União Europeia, em abril deste ano, juntas, a receita deve ultrapassar os US $34 bilhões (£26,8 bilhões) registrados até 30 de junho de 2023. A Smurfit Kappa opera em 36 países globalmente e emprega 47.000 pessoas. A WestRock emprega cerca de 50.000 funcionários e opera em mais de 30 países.

International Paper e DS Smith

A International Paper (IP) e a DS Smith chegaram a um acordo de aquisição, resultando em uma participação de 66,3% da IP na empresa combinada e 33,7% para os acionistas da DS Smith, com um valor de transação de cerca de US$ 9,9 bilhões. A transação visa criar um líder global em soluções de embalagens com foco nas regiões da América do Norte e da Europa, com 90% das receitas provenientes de embalagens à base de fibras.

Nine Dragons Paper (holding) Limited

Fundada em 1995, com sede na cidade de Dongguan, na província de Guangdong, a Nine Dragons Paper (Holdings) Limited foi listada na Bolsa de Valores de Hong Kong em 2006. É o maior grupo de fabricação de papel do mundo em termos de capacidade de produção, com diversos tipos de papel de embalagem. O Grupo atualmente possui uma capacidade de produção anual projetada de mais de 20 milhões de toneladas e aproximadamente 20.000 funcionários.

Últimas Notícias

Desmitificando a PL da Silvicultura 

Combatendo a desinformação sobre a silvicultura, especialistas esclarecem a produção florestal das árvores cultivadas como uma atividade sustentável

Preços mundiais dos produtos florestais mantêm cenário negativo

A produção e preços dos produtos florestais variaram na última década, com retrações na crise sanitária e recuperação seguida de novas quedas.

Demanda por produtos de papel: consequências das inundações no RS

As inundações no RS devem ter impacto limitado na demanda por papel em 2024, com forças opostas compensando-se no curto e médio prazo.

Branded Contents

INCAPE forma primeira turma do curso “Mulheres Papeleiras”

Iniciativa da INCAPE reforça o compromisso da empresa com o Pacto Global da ONU, rumo à igualdade de gêner

Thiago Karam Westphalen assume presidência da INCAPE

Thiago Karam Westphalen assume como diretor presidente da INCAPE, com planos de continuar a trajetória de sucesso da família na expansão dos negócios

Destaques Tecnológicos

Destaques tecnológicos do setor: Andritz, Contech, Hergen, Solenis, Valmet E Voith

Compartilhar

Newsletter

Mantenha-se Atualizado!

Assine nossa newsletter gratuita e receba com exclusividade notícias e novidades