As últimas novidades e notícias da indústria de celulose e papel. Artigos técnicos, tendências, tecnologia, inovação, ESG, cursos e mais.

     

    Mercado de aparas de papel será desafiador em 2024, diz Anguti

    Em meio a preocupações com a disponibilidade de fibras virgens e os preços da celulose, o mercado de aparas de papel projeta estabilidade com aumentos pouco acima da inflação para este ano

    Na coluna deste mês Pedro Vilas Boas, diretor da Anguti Estatística, aborda o cenário para o segmento de aparas em 2024. Para o especialista, enquanto o mercado de aparas de papel oferece oportunidades para o próximo ano, os players do setor precisarão enfrentar uma série de desafios para garantir sua competitividade e sustentabilidade no mercado.

    Notícia continua após o anúncio

    Ele explica que no fechamento do último ano, o mercado de aparas de papel enfrentou uma mistura de desafios e promessas, com dados da Empapel apontando para um desempenho robusto no último trimestre de 2023. Este período positivo impulsionou um aumento modesto nas expedições de caixas e chapas ao longo do ano, indicando uma tendência ascendente em comparação com 2022. Apesar disso, o setor de papéis reciclados teve que ajustar suas estratégias diante das flutuações do mercado, evidenciando a resiliência do segmento.

    A redução dos estoques de bobinas e a estabilidade dos preços das aparas marrons foram resultados diretos desse crescimento, porém, as incertezas persistem para o primeiro trimestre de 2024, especialmente devido às preocupações com a disponibilidade de fibras virgens e os preços da celulose, que continuam a exercer pressão sobre o mercado.

    “Entre os vários fatores que impactam o mercado de aparas, destacamos dois que vão em sentido contrário e deverão continuar provocando os maiores efeitos em 2024; o volume de papel de fibra virgem que está entrando no mercado interno e o baixo volume na coleta. Lembrando que falar sobre o desempenho futuro
    das aparas sempre é arriscado, vamos apostar que teremos preços relativamente estáveis com aumentos pouco acima da inflação.”

    Pedro Vilas Boas

    Enquanto isso, o comércio varejista brasileiro enfrentou um cenário desafiador, com dados do IBGE apontando um crescimento moderado, mas com setores-chave perdendo força em comparação com o ano anterior. Apesar das expectativas de uma recuperação durante o ano letivo, o setor de livros, jornais, revistas e papelarias foi um dos poucos a apresentar uma queda nas perdas, sugerindo uma possível virada no horizonte.

    A nível regional, alguns estados viram uma diminuição nas vendas, mas nenhum teve um impacto significativo na média nacional. Enquanto São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia demonstraram um crescimento modesto, a expectativa de uma melhoria nas vendas por estado não se materializou completamente, perdendo um pouco de impulso nos meses finais do ano.

    No mercado de aparas, a entrada de papel de fibra virgem e a baixa coleta continuam a ser os principais pontos de discussão para 2024. A estabilidade nos preços é esperada, com possíveis aumentos ligeiramente acima da inflação, mas o setor enfrenta desafios significativos, incluindo a concorrência da matéria-prima virgem e a necessidade de se adaptar às mudanças no cenário econômico global e local.

    Confira o texto e os gráficos desta análise no PDF abaixo>

    Leia mais sobre o setor de aparas

    Últimas Notícias

    Klabin aprova R$ 192 milhões em dividendos

    A Klabin comunicou ao mercado a distribuição e pagamento de dividendos no valor de R$ 192 milhões aos seus acionistas, aprovado em Reunião do...

    Celulose é solução para um carnaval mais sustentável

    Abram alas para a celulose proporcionar um carnaval mais sustentável, sendo uma alternativa biodegradável para ser aplicada em produtos destinados a festa mais tradicional da cultura brasileira

    Portocel iniciará movimentação de fertilizantes em conjunto com a Adufértil

    A expectativa é movimentar pelo Portocel entre 120 mil e 180 mil toneladas/ano de fertilizantes. Entre os clientes estão a Suzano e outros players do segmento

    Branded Contents

    Solenis homenageia Suzano pelos 100 anos

    Suzano, Parabéns pelos 100 anos! Uma história repleta de grandes desafios e muito sucesso. Pioneirismo, inovação, tecnologia de ponta, atributos que facilmente conferiríamos a nós...

    Wana transformando inovação em solução

    A WANA é uma empresa 100% nacional com mais de 20 anos de atuação, especialista na produção de aditivos químicos poliméricos para diversos mercados,...

    Valmet e Suzano investem em inovação e tecnologia para impulsionar o desenvolvimento sustentável da indústria

    Suzano e Valmet celebram uma década de parceria em Imperatriz, MA, marcada por avanços tecnológicos e sustentabilidade na produção de celulose

    Compartilhar

    Newsletter

    Mantenha-se Atualizado!

    Assine nossa newsletter gratuita e receba com exclusividade notícias e novidades

    Mais Colunas