As últimas novidades e notícias da indústria de celulose e papel. Artigos técnicos, tendências, tecnologia, inovação, ESG, cursos e mais.

Um resumo do cenário macroeconômico recente

Para iniciar o ano de 2023, preparei para esta edição um apanhado geral de indicadores macroeconômicos do Brasil. Nada mais oportuno do que o momento atual, tendo em vista a introdução de um novo modelo econômico apresentado pela equipe do novo presidente. Para facilitar as análises, todos os indicadores foram capturados utilizando a mesma janela temporal: últimos dez anos.

Notícia continua após o anúncio

O primeiro indicador mostra a trajetória do Risco País (ver Figura 1 no PDF). Pela ótica do investidor, principalmente estrangeiro, o pico de risco se deu na virada dos anos 2015 e 2016. Nos últimos três anos, as tensões ficaram mais estáveis, embora a crise sanitária de 2019 tenha trazido o risco novamente para patamares mais elevados.

Já a Taxa de Câmbio (Figura 2) seguiu uma forte trajetória de desvalorização do Real em todo o período selecionado, com destaque para o momento do início das paralisações de produção durante a crise sanitária. Desde então, a faixa de câmbio entre R$ 5,00 e R$ 5,50 tem sido a realidade nacional.

Para os próximos anos, as previsões macroeconômicas do governo, dos gestores de investimentos e grandes bancos apontam para o aumento da taxa de risco em várias economias mundiais, incluindo o Brasil. Isso se deve principalmente à constante presença de indicadores ruins das maiores economias mundiais, que apontam para uma recessão iminente, e ao panorama geral das políticas públicas que o País adotará. Esses mesmos aspectos pressionarão a moeda local para continuidade da trajetória de desvalorização, ultrapassando facilmente a barreira dos R$ 6,00 já em 2023.

 
Leia mais no PDF

Últimas Notícias

Desmitificando a PL da Silvicultura 

Combatendo a desinformação sobre a silvicultura, especialistas esclarecem a produção florestal das árvores cultivadas como uma atividade sustentável

Preços mundiais dos produtos florestais mantêm cenário negativo

A produção e preços dos produtos florestais variaram na última década, com retrações na crise sanitária e recuperação seguida de novas quedas.

Demanda por produtos de papel: consequências das inundações no RS

As inundações no RS devem ter impacto limitado na demanda por papel em 2024, com forças opostas compensando-se no curto e médio prazo.

Branded Contents

INCAPE forma primeira turma do curso “Mulheres Papeleiras”

Iniciativa da INCAPE reforça o compromisso da empresa com o Pacto Global da ONU, rumo à igualdade de gêner

Thiago Karam Westphalen assume presidência da INCAPE

Thiago Karam Westphalen assume como diretor presidente da INCAPE, com planos de continuar a trajetória de sucesso da família na expansão dos negócios

Destaques Tecnológicos

Destaques tecnológicos do setor: Andritz, Contech, Hergen, Solenis, Valmet E Voith

Compartilhar

Newsletter

Mantenha-se Atualizado!

Assine nossa newsletter gratuita e receba com exclusividade notícias e novidades

Mais Colunas