As últimas novidades e notícias da indústria de celulose e papel. Artigos técnicos, tendências, tecnologia, inovação, ESG, cursos e mais.

Preços da celulose continuam a subir na Europa em junho de 2024

Preços da celulose sobem na Europa em junho de 2024 devido a aumento da demanda e problemas de abastecimento, enquanto preços de papel estão estáveis ou em queda.

A Norexeco indica que o preço da tonelada de celulose de fibra longa (NBSKP) poderá ser de US$ 1.570 e o preço da tonelada de celulose de fibra curta (BHKP) de US$ 1.430 na Europa em junho do corrente ano, com altas de 3,5% e de 4%, respectivamente, frente a seus valores praticados em maio no mesmo continente. Essas altas refletem não só o aumento da demanda interna de celulose na Europa para produção de papéis (substituindo parte dos papéis importados), mas também problemas de abastecimento interno de celulose ocorridos em março e começo de abril deste ano e que mantêm em níveis baixos os estoques de celulose nos portos europeus.

Notícia continua após o anúncio

De 11 de março a 08 de abril passados houve uma grande greve de trabalhadores do sistema de transporte na Finlândia e que dificultou o transporte interno, por exemplo, de celulose, prejudicando a oferta deste produto em vários países europeus. A isso se somou um incêndio que também afetou a capacidade de produção de importante unidade produtora de celulose na Finlândia (da Metsä Fibre em Kemi). Esses fenômenos, ainda que passageiros, evitaram que os estoques europeus de celulose recuperassem em maio e junho do corrente ano, fazendo surgir pressões por altas de preços da celulose na Europa (como as acima informadas).

O mercado norte-americano também tem presenciado altas de preços de celulose, mas, de modo geral, a ritmos inferiores aos presenciados na Europa. Isso mantêm, como se vê no Gráfico 1, um baixo diferencial de preços da tonelada de NBSKP entre EUA e Europa.

O mercado chinês de celulose, no entanto, apresenta divergências de comportamento dos preços da celulose em maio e junho do corrente ano. Há fontes que informam a estabilidade do preço em dólar norte-americano da tonelada de NBSKP nesses dois meses e que estariam abaixo do preço da tonelada de BHKP, o que não é normal.

A Norexeco (ver Tabela 3) indica estabilidade do preço da tonelada de NBKSP na China em maio e junho do corrente ano no valor de US$ 719 e que é bem abaixo dos US$ 806 informados pelo Governo da British Columbia (ver Tabela 2) que estariam valendo na China em maio do corrente ano. A Natural Resources Canada (ver Tabela 1) indica o valor de US$ 800 por tonelada de NBSKP na China em abril do corrente ano. A diferença de valor entre as fontes para o mesmo produto (NBSKP) e no mesmo mês (maio) está em 12% para o caso da NBSKP na China.

O que chama mais a atenção é que a própria Norexeco (ver Tabela 3) indica para os meses de maio e junho os preços da tonelada de BHKP serem maiores do que os preços da tonelada de NBSKP na China, o que não é normal. Além disso, a Norexeco indica alta do preço em dólar norte-americano da tonelada de BHKP na China em junho frente a maio (ver Tabela 3), enquanto o SunSirs Commodity Data Group indica queda dos preços em dólar norte-americano desse produto entre esses meses (ver Tabela 4).

No Brasil há tendência de aumentar o preço lista em dólar norte-americano da tonelada de celulose de fibra curta (em especial a feita com eucalipto, a BEK) e sugerindo valores superiores aos praticados na China, mas ligeiramente abaixo dos preços sugeridos na Europa. Em maio de 2024, o preço lista proposto para venda da BEK no Brasil era de US$ 1.301 e em junho, de US$ 1.390 (ver Tabela 5). Segundo a Norexeco (ver Tabela 3), esses valores na Europa foram de US$ 1.375 e de US$ 1.430, respectivamente. E na China, ainda segundo a Norexeco, esses valores foram de US$ 722 e US$ 740, respectivamente. Assim, há margem para grandes descontos nas vendas domésticas de celulose a compradores preferenciais.

Os preços em dólar norte-americano de papéis (analisados nesta coluna) indicam estabilidade ou baixa dependendo do produto analisado e em que país é negociado. Nos EUA, o preço do papel imprensa esteve estável de março a maio de 2024 (ver Tabela 2) em US$ 860 por tonelada. Na China, o preço em dólar do papelão tem caído de março a junho (ver Tabela 4). E no Brasil, os preços em reais dos papéis de embalagem e cartão estão estáveis em maio e junho, mas, com a recente desvalorização do real frente ao dólar, esses valores em dólar estão caindo.

Este cenário de preços em dólar da celulose subindo e preços em dólar de papel estáveis ou caindo fazem com que as margens de lucro dos fabricantes de papéis caiam. Isso faz com que os fabricantes de papéis, na medida do possível, procurem aumentar o uso de aparas na produção de papéis e, consequentemente, elevem os preços das aparas. Na Europa, os preços em dólar norte-americano das aparas subiram fortemente de março a maio de 2024 (ver Tabela 3) e no Brasil há elevadas altas de preços em reais de aparas, em especial das brancas e marrons, em junho do corrente ano frente aos seus valores de maio (ver Tabela 11).

Os preços em dólar norte-americano das madeiras serradas e de chapas de madeira no Canadá apresentaram em maio de 2024, frente a abril do mesmo ano, flutuações em sentidos distintos. O preço médio do metro cúbico de compensados caiu 17% neste período, enquanto o preço médio do metro cúbico de chapa de OSB caiu 13,7% e o preço do metro cúbico de madeiras serradas de SPF (spruce, pine e fir) aumentou em 13,7%. As flutuações mensais de preços desses produtos foram muito acentuadas desde começo de 2023.

Você também pode gostar de ler:
Preços internacionais de celulose continuam a subir em abril e maio de 2024

Demanda por produtos de papel: consequências das inundações no RS

Preços mundiais dos produtos florestais mantêm cenário negativo

Últimas Notícias

Veracel Celulose comemora 33 anos

Companhia com atuação no Sul da Bahia construiu trajetória produzindo celulose da Bahia para o mundo de forma sustentável

Suzano adquire duas fábricas nos EUA por US$ 110 milhões, expandindo presença no mercado de embalagens

As fábricas são especializadas na produção de papelcartão utilizado em embalagens de líquidos e copos de papel, com uma capacidade produtiva de 420 mil toneladas anuais. Suzano adquire duas fábricas nos EUA da Pactiv Evergreen por US$ 110 milhões, fortalecendo sua posição em embalagens e papelcartão

Balança comercial do setor florestal tem alta no 1T24 puxada pelas vendas de painéis de madeira

A balança comercial do setor florestal brasileiro registrou saldo positivo de US$ 3,2 bi no 1T24, com destaque para as exportações de painéis de madeira

Branded Contents

INCAPE forma primeira turma do curso “Mulheres Papeleiras”

Iniciativa da INCAPE reforça o compromisso da empresa com o Pacto Global da ONU, rumo à igualdade de gêner

Thiago Karam Westphalen assume presidência da INCAPE

Thiago Karam Westphalen assume como diretor presidente da INCAPE, com planos de continuar a trajetória de sucesso da família na expansão dos negócios

Destaques Tecnológicos

Destaques tecnológicos do setor: Andritz, Contech, Hergen, Solenis, Valmet E Voith

Compartilhar

Newsletter

Mantenha-se Atualizado!

Assine nossa newsletter gratuita e receba com exclusividade notícias e novidades

Mais Colunas